Indice


Amor e Sexo


Bíblicas


Mágicas


Sorte

 

SIMPATIAS MÁGICAS

VELAS

        Ao se aproximar coincidentemente o fim do século e o fim do milênio, mais do que nunca as pessoas estão percebendo a falta que lhes faz a espiritualidade.
     O materialismo em que este século se viu envolvido, carregado pelo progresso que transformou a sociedade em uma sociedade consumista, fez com que as pessoas sejam valorizados muito mais pelo que possuem do que pelo que são na realidade.
     Com isso, perdeu o homem algumas décadas de evolução espiritual. Ao se aproximar o místico final de dois tempos, o século e o milênio, alguma coisa no ar parece alertar os homens, chamando-os de volta a essa espiritualidade abandonada pelo materialismo.
     Temos, então, a redescoberta de parcerias perdidas, como a com os Anjos e os Santos. Da mesma forma, percebemos uma valorização maior do homem para com a natureza e uma busca do entendimento para fenômenos tão simples como a luz, a cor, o perfume, a água, só para citar alguns, que representam essa identidade do homem com o meio que o cerca. Nas velas e em suas cores vamos encontrar isso também.
    São riquezas de conhecimento que a sabedoria popular preservou nas suas Simpatias Mágicas.


SIMPATIAS


   PARA RECONCILIAÇÕES

   Não importa quão complicada tenha sido a desavença ou a briga que ocasionou a ruptura entre duas pessoas. Quando seus corações voltarem a ser iluminados pela mesma chama, tudo isso passará e a reconciliação esperada virá.

   Isto serve para briga entre casais, desentendimentos entre pessoas da família, amigos, vizinhos, não importa qual. Esta simpatia, feita com velas brancas, é especial e deve ser feita sempre na Lua Cheia, à noite, após as nove horas.

   Antes de mais nada, desenhe dois corações numa só folha de papel. Neles escreva os nomes das pessoas que você deseja que se reconciliem. Coloque o papel aberto sobre um móvel de madeira. Sobre ele, coloque um pires branco, onde deverão ser fixadas três velas também brancas.

   Entre as velas, derrame mel. Acenda-as em seguida e faça uma breve oração aos Anjos da Guarda das duas pessoas, pedindo-lhes que facilitem a reconciliação.

   Repita por três noites seguidas, usando sempre o mesmo papel e o mesmo pires. No fim da terceira noite, quando as velas terminarem de queimar ou na manhã seguinte, antes do sol nascer, raspe tudo que estiver no pires em cima do papel, faça um embrulho e jogue-o em água corrente.

   Nota: Há registros que recomendam que esse embrulho seja enterrado junto ao tronco de uma árvore bem alta e com muitos galhos, como faziam os druidas na região da Bretanha antiga. Parece ser esta a forma mais poderosa, segundo registros da Idade Média.

   PARA SABER O QUE FAZER NUMA SEPARAÇÃO

   Se você se separou do seu amor, da pessoa amada, seja ela namorada, noiva ou cônjuge, já uma simpatia interessante que poderá ajudá-lo(a) a se decidir sobre os rumos a tomar neste caso.

   Quando duas pessoas se separam, há uma ruptura do vínculo que as unia no plano superior. Saber se esse rompimento foi definitivo evitaria muito sofrimento e muitas tentativas inúteis de reconciliação, onde a humilhação pode ser constante e isso não é bom para ninguém.

   Há uma simpatia que ensina como saber se esse rompimento foi definitivo. ã noite, após as dez horas, concentre-se na imagem da pessoa de quem você se separou, depois acenda uma vela branca no centro de um pires também branco.

   Deixe a vela queimar. Se ela queimar totalmente, é sinal que o rompimento não foi total. Na noite seguinte, no mesmo pires, repita o ritual. Vá repetindo toda noite, até completar sete velas ou até que uma delas se apague ou não se queime totalmente.

   Se elas se queimarem, é sinal que há chance de reconciliação. Se uma delas não se queimar totalmente ou se apagar por qualquer motivo, não importa qual tenha sido, desista. Procure uma simpatia para ajudá-lo(a) nisso.

   PARA PURIFICAR SUA CASA

   Na antigüidade, era prática freqüente a limpeza dos ambientes, visando livrá-los de energias negativas, mau-olhado, inveja e outros causadores de problemas.

   Usavam-se, principalmente, vassouras feitas com determinadas

   plantas que, segundo os magos, tinham o poder de espantar maus espíritos e tudo que fosse negativo. As pessoas costumavam usar fitas para prender essas plantas e a cor variava conforme o objetivo desejado. Para purificar, usavam fitas brancas.

   No decorrer do tempo, as pessoas perceberam que as velas coloridas se prestavam a toda sorte de trabalhos voltados para a magia. Um enorme cabedal de conhecimentos foi sendo amealhado e compilado no que hoje se conhece como Simpatias Populares.

   Assim, hoje não mais se usam plantas para varrer a casa e purificá-la. As modernas feiticeiras passam o aspirador de pó, depois acendem em cada cômodo uma vela branca, num pires com sal grosso.

   Se em algum dos cômodos a vela se apagar antes do final ou sobrar muitos resíduos, outras três velas devem ser acesas em seguida no mesmo local e no mesmo pires. Após tudo deve ser removido e atirado em água corrente.

   PARA SABER SE ALGUÉM É SINCERO(A)

   Este é um dos problemas mais sérios no relacionamento das pessoas hoje em dia. Com o advento das novelas, parece que todos descobriram dentro de si aquele talento nato para a dissimulação e para a mentira.

   É difícil descobrir quem está sendo sincero hoje em dia, a não ser que se use uma simpatia popular das mais antigas e eficientes. Para fazê-la, escreva o nome da pessoa num pedaço de papel branco e coloque-o sob um pires transparente também.

   Acenda uma vela branca e fixe-a no pires. Se a vela queimar até o fim, a pessoa é sincera. Se por acaso ela se apagar ou sobrar muitos resíduos no pires, fique com um pé atrás em relação à pessoa.

   PARA AFASTAR ADVERSÁRIOS

   Em todos os campos da vida, sempre vamos nos deparar com aquelas pessoas derrotistas, contrárias a tudo, sempre se opondo às inovações e colocando-se como adversárias de todos que tentem inovar ou melhorar alguma coisa.

   Normalmente elas adoram o confronto e seus métodos de luta nem sempre são os mais recomendáveis. Por isso, nada como tratar do assunto num outro plano, apelando para uma simpatia muito fácil, mas muito eficiente.

   Na primeira noite de Lua Cheia, risque o nome completo dessa pessoa numa vela branca, de cima para baixo, numa vela branca de sete dias.

   Coloque num pires branco e, antes de acender, concentre-se na imagem dessa pessoa, conversando mentalmente com ela e mostrando-lhe o erro que comete. Depois acenda a vela, ofertando-a ao Anjo da Guarda dessa pessoa.

   Se a vela se apagar antes do tempo, pegue tudo e enterre imediatamente. O pires deve ser enterrado de boca para baixo. Passe a tomar muito cuidado com essa pessoa a partir daí.

   PARA O FUTURO BEBÊ

   Cada criança gerada simboliza o ciclo da vida que jamais se interrompe. Nós nos perpetuamos em nossos filhos e nos filhos de

   nossos filhos. Dessa forma, sempre haverá, em nossos descendentes, partes de nós mesmos, tornando-nos literalmente imortais.

   Por isso cada vida que nasce deve ser saudada com muita alegria, amor e espiritualidade. A futura mamãe deve fazer uma saudação ao seu bebê da seguinte forma:

   Tão logo a criança faça seus primeiros movimentos, a futura mamãe, na primeira noite de Lua Cheia, após as dez horas da noite, deve acender uma vela amarela e conversar com o bebê, falando da felicidade que a vinda dele representa para ela e para todos.

   Repetir por sete noites seguidas, sempre no mesmo horário. Se alguma vela se apagar, deve ser substituída por outra e jogada em água corrente.

   PARA ATRAIR FELICIDADE

   A felicidade é algo a ser buscado constantemente, por isso se houvesse uma forma de atraí-la, muito de nosso trabalho seria poupado. Os eruditos não acreditam, mas a sabedoria popular já deu solução para esse problema.

   A felicidade pode ser um estado de espírito constante em sua vida se você se habituar a acender uma vela amarela todo domingo de manhã, logo após o nascer do sol, ofertando-a ao seu Anjo da Guarda, para que se encarregue de trazer a felicidade até você.

   Como toda simpatia que envolva a evocação de um Anjo, ela deve ser feita criteriosamente e com um mínimo de preparação, que, no caso dos Anjos da Guarda, inclui forrar um objeto ou um móvel de madeira com uma toalha branca, pôr um copo de água e algo doce, que pode ser mel, açúcar ou confeitos de um modo geral, juntamente com um pires onde será acesa a vela.

   Nota: A mais antiga referência ao uso da cor amarela ligada à felicidade lembra que, na antigüidade, quando eram realizadas as festas da colheita para agradecer aos deuses pelo alimento precioso, havia uma dança chamada "Dança das Virgens do Trigo", feita por sete virgens ao redor de uma fogueira. Essas virgens se vestiam de véus amarelos e a coreografia da dança procurava imitar as hastes maduras do trigo ondulando ao vento. Em algumas regiões da Europa essa tradição ainda é preservada de forma folclórica e as moças que participam da dança são chamadas de "Felicidades".

   PARA ENFRENTAR UM EXAME DIFÍCIL

   Muita gente se desespera com a aproximação de uma prova, de um exame vestibular, de um concurso. O medo do fracasso incomoda e perturba, tornando o candidato ainda mais nervoso, criando um círculo-vicioso que acaba fatalmente culminando no insucesso.

   Se você não deseja que isso aconteça com você ou com algum que você conheça, faça o seguinte. Pegue sete pedacinhos de papel e escreva neles o nome da pessoa que precisa de ajuda. Em seguida, disponha esses papéis em fila, sobre um móvel ou um estrado de madeira.

   Sobre cada um dos papéis, coloque um pires branco. Vá acendendo sete velas amarelas, a primeira com um fósforo e as outras na chama da anterior, fixando-as nos pires, da direita para a esquerda, formando uma trilha de luz. Deixe-as queimar, enquanto mentaliza esse exame como um caminho escuro, agora iluminado pelas velas.

   PARA NÃO ESMORECER

   A vida é uma luta constante e não há como fugir disso. Muita gente batalha incansavelmente em busca de seus ideais e objetivos, nem sempre com sucesso.

   A maioria persevera, acreditando sempre, mas há momentos em que sentem suas forças esmorecendo. Quando isso acontecer, há que se recorrer a uma simpatia mágica indicada para devolver o entusiasmo e renovar as energias para a batalha.

   Basta acender três velas amarelas num pires branco, com leite e mel cobrindo o fundo. Ofereça ao seu Anjo da Guarda, pedindo-lhe ajuda. Quando a vela se apagar, lave o pires em água corrente.